[ RESENHA ] Liberta-me ( #2)

Título : Liberta-me 
Autor : Tahereh Mafi 
Ano : 2013
Páginas : 456
Editora : Novo Conceito
Nota : 5/5


Sinopse
Ela fugiu do Restabelecimento e evitou ser transformada em arma letal. Mas Juliette nunca de livrará de seu dom...ou de Warner. No primeiro livro da trilogia Estilhaça-me, Juliette descobre seu terrível dom e tenta escapar do poder do Restabelecimento que tem em Warner um de seus líderes.
Em Liberta-me, sob os cuidado do Ponto Ômega, o quartel da resistência, ela se prepara para o confronto iminente contra os soldados do Restabelecimento. Mas sua batalha pessoal será maior que qualquer enfrentamento militar. 
Liberta-me nos convida a lutar, com Juliette e Adam, por um mundo melhor, por maior controle pessoal e pelo triunfo do amor verdadeiro, mas, ao mesmo tempo, o amor proscrito de Warner pela heroína fecha os vétices de um triângulo amoroso que certamente dividirá opiniões.


Olá meus amados leitores! Tudo certo? Trago hoje mais uma resenha no capricho! Espero que gostem <3. 

Resenha
Primeiramente, eu gostaria de saber qual magica essa autora fez para os livros dessa série ficarem tão viciantes. Eu mal tinha acabado o primeiro livro para começar o segundo e terminá-lo em poucas horas. 
Em liberta-me, nós leitores, conhecemos o outro lado da história, a rebelião. Juliette, vai conhecer outras pessoas como ela, que possuem habilidades sobre-humanas. Eles vão ter que lutar contra o sistema que tanto oprime a população e a partir daí é que a história pega fogo. 
Esse toque de super poderes e super heróis na narrativa, me fez dar mais pontos para esse livro. Me encantei por cada habilidade e a autora sobre narrar muito bem as características de cada personagem. A escrita da autora continua impecável, o cenário distópico é definido perfeitamente. Confesso que nunca li um livro em que a autora o ambientalizou de maneira incrível.
O livro em si é todo empolgante. Muita adrenalina, ação e ainda tem bastante romance. O que me fez gostar ainda mais, é que o romance não fica chato. Sei que é uma distopia, mas me perdoem, sou doida por um romance intenso e ainda mais com um triangulo amoroso. Sim, gente, nesse volume, a protagonista ainda não se decidiu, mas tenho certeza de quem leu tem um favorito!
O que me chamou atenção também é que a protagonista, que antes, não tinha quase nenhum vínculo social, porque era mantida presa, vai ter que sair de sua zona de conforto para se abrir mais e criar amizades. São tantos acontecimentos no livro e um deles é o amadurecimento da mocinha.


                                                                      
"Não sei como ser um verbo, um advérbio, nenhum tipo de adjetivo ou advérbio. Sou um substantivo do começo ao fim."

A autora pensou em cada detalhe. Ela conseguiu me deixar apaixonada por esse gênero, que antes eu nem pegava para ler. Se você, caro leitor, nunca se aventurou em uma distopia, o que acha de começar por esta?  Achei a história muito profunda, cativante e recomendo para todos.

"A solidão é uma velha amiga que fica ao seu lado no espelho, olhando-o nos olhos, desafiando-o a viver sem ela."




















9 comentários:

  1. Ótima resenha! Você realmente gostou do livro, hein? Haha.
    Adoro romance, e romance misturado com adrenalina é tudo!

    Um beijo.
    www.anneabreu.com.br

    ResponderExcluir
  2. oi, não sei porque mas nunca fui muito fã desse livro mesmo achando a capa LINDA. Não tenho vontade de ler :(
    Mas amei os quotes *-*
    Te marquei em um desafio, depois dá uma passadinha la no blog.
    Beijinhos da Fran ;*
    insidethebookssite.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Oii Déh, não li sua resenha porque ainda quero ler o primeiro livro e tenho medinho de entender coisas nas entrelinhas... Mas aposto que sua resenha tá ótima!
    Acho tão linda a capa com o olho <3

    Beijos,
    Natália

    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Dé! Eu acompanho uma blogueira que também AMA essa série e já estou bem curiosa a respeito dela, viu.
    Eu gosto de personagens com poderes extraordinários, principalmente personagens femininas, que constantemente são retratadas como o lado frágil da coisa toda.
    Beijocas.
    Fê Cardoso
    http://www.baseadoemlivros.com.br

    ResponderExcluir
  5. Essa trilogia é uma das minhas favoritas EVER!
    Apesar desse livro não ser meu favorito, eu gostei muito dele.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
  6. Oi, Débora! Tudo bem? Adorei a resenha! Essa é uma trilogia que morro de vontade de ler pois muita gente diz que é ótima. Espero algum dia lê-la! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Débora!!!
    Acredita que já ouvi falar tanto desse livro, só que até hoje não tive tempo para tentar conhecê-lo.
    Porém ele está na minha lista para ler e ver o que acho realmente.
    Parabéns pela resenha e pelo jeito que você falou do livro dar pra perceber que você adorou ele.
    Até uma próxima o/

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Débora!
    Fiquei muito feliz com sua visita lá no meu blog, obrigada!
    Bom, li 'Estilhaça-me' faz um tempo e ainda não li liberta-me, mas pretendo,especialmente depois da tua resenha!Tenho ele e espero ler logo.
    Não leio muitas distopias mas gostei dessa. Valeu pela indicação da continuação!
    Adorei o blog e estou seguindo também! Aliás, fui a seguidora número 100!👏👏👏
    Beijos!
    Lua.

    http://www.luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. olha!! E não é que seu entusiasmo me fez ficar muito interessado nesses livros. Parabens pela resenha, gostei muito.

    http://atraentemente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir